O místico número sete

Todos os números têm características própriaspositivas ou negativas.

Mas o número sete tem um destaque especial,citado muitas vezes na Bíblia e também em rituais sagrados.

Os sete representa sabedoria, reflexão, estudo, análise, pesquisa, intuição, lógica, espiritualidade, quando é visto no lado positivo.

No lado negativo representa melancolia, introspecção, isolamento, fugas e vícios.

Conhecendo pessoas que tem o sete em seus mapas quer seja no dia de nascimento, no nome ou na soma da data de nascimento percebemos que elas têm essas características e podemos então entender o seu modo de ser e de agir.

Quando positivos são inteligentes, gostam de ler, estudar, aprender e por isso adquirem muita cultura querendo sempre buscar mais conhecimentos.Porém mesmo sendo estudiosos e curiosos são os eternos buscadores e nunca estão satisfeitos com o que sabem ou que aprenderam.

Quando se trata da busca espiritual nunca se fixam em uma religião ou filosofia e estão sempre querendo aprender mais. Perfeccionistas e exigentes filtram o que ouvem e extraem o que para eles é o melhor segundo seu entendimento e credo.
Nunca serão fanáticos por nenhuma religião e nem colocarão o seu poder nas mãos de nenhum guru ou dirigente.

Quando negativos são reservados, desconfiados, nunca se expõe e são extremamente perfeccionistas. Nunca estão satisfeitos, querem sempre buscar mais e mais. Estudam e acham que nunca estão prontos para exercer uma profissão.

O excesso de perfeccionismo pode comprometê-los, pois além de cobrar a perfeição de sí mesmo, esperam dos outros que também sejam perfeitos tornando-se seletivos, de poucos amigos e esperam sempre ter relacionamentos de qualidade e não de quantidade.

Tive um cliente, um jovem engenheiro recém-formado, que fazia estágio numa grande empresa e que tinha tudo para ser efetivado, muito conhecimento, muita inteligência, mas era tão perfeccionista que atrasava sempre o trabalho. Lia muitas vezes antes de entregar o que fora pedido, pois queria melhorar, aperfeiçoar. Porém, seu chefe não tinha tempo nem paciência para esperar. Para sua decepção não foi efetivado mesmo com todo conhecimento e capacidade de realização.

As pessoas que tem sete nos seus mapas detestam reuniões fúteis com papos jogados fora. Preferem aprender, ler, estudar, pois acham que estão perdendo tempo. Sendo assim se isolam vivendo num mundo de ideias e de pensamentos.

Quando por falta de autoconhecimento não conseguem entender essa necessidade de isolamento, podem entrar em depressão, fugir para víciosou até desenvolver doenças psíquicas principalmente quando os outros começam a dizer que eles são esquisitos ou bichos do mato.

Dessa forma podem se fechar ainda mais por não saber lidar com esse comportamento e com as suas necessidades.

São pessoas intuitivas e de muita sensibilidade. Precisam cuidar do lado espiritual, pois são para raios que captam energias por onde passam.

As profissões mais indicadas são: escritor, cientista, professor, farmacêutico, contador, auditor, historiador, arquiteto, filósofo, psicólogo, numerólogo, astrólogo, profissões exigem qualidade, perfeição, pesquisa e estudo.

Todo mundo já ouviu falar no sétimo ano do casamento. O casal briga ou até chega a se separar. Porque será que isso acontece? É que no ano sete, ciclo sete ou período de vida sete existe a necessidade de ficar sozinho de se isolar de se voltar para dentro o que torna difícil a relação com o outro. Por isso acontecem as crises dosanossete.

O homem trabalha seis dias, mas no sétimo ele descansa se isola. Julho é o sétimo mês do ano por isso as pessoas costumam tirar férias para relaxar.

Numerologiaminha gente é antes de tudo autoconhecimento. Quando nos conhecemos, nos compreendemos e quando conhecemos o outro respeitamos e entendemos suas necessidades e o seu jeito de ser.

Anah Maria Liborio

Consultório Anah Maria Liborio: (11) 2605-1853

numerologa@numerologa.com.br